Pesquise no blog

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Teatro aborda a importância das abelhas sem ferrão

 Os acadêmicos da Universidade Federal do Paraná Litoral (UFPR – Litoral) elaboraram um projeto cultural que está ganhando repercussão e obtendo bons resultados nos locais onde é apresentado. Trata-se do espetáculo de teatro de bonecos “O Sumiço da Mandaçaia”, realizado pelos acadêmicos Juliana Melchiori (curso de Gestão Ambiental), Elizangela Sarraff (artista e bonequeira do curso de licenciatura em artes) e Renata Lays e Ciro Jr (curso de agroecologia).
A ideia é trabalhar é desenvolver a integração entre os cursos de diferentes áreas e incentivar a cultura na região através de uma causa ambiental. “Cada um tem um conhecimento específico que contribui para a construção do trabalho como um todo”, explica Juliana.
O projeto consiste na divulgação científica das abelhas indígenas sem ferrão, no caso da espécie mandaçaia, utilizando como metodologia o teatro animado de bonecos.  A proposta é difundir e popularizar o conhecimento dessas abelhas através do teatro. Pretende-se chamar atenção da comunidade sobre a importância desses insetos e os impactos do homem na natureza.
O espetáculo tem parceria com o Labmóvel (Laboratório Móvel de Educação Científica), dos projetos GAIA e Meliponário, da UFPR Litoral. O espetáculo já foi apresentado na Semana de Projetos da UFPR Litoral no ano passado e também no Seminário Latino Americano de Ciências da Natureza em Foz do Iguaçu e no 1º encontro Nacional da  Associação Brasileira de Centros e Museus de Ciências, no Rio de Janeiro. O projeto passou ainda pela V Feira de Profissões da UFPR Litoral, em Matinhos e em escolas municipais da região.
A intenção agora é expandir para outras cidades da região como Paranaguá, através dos estabelecimentos de ensino e entidades organizadas como clubes, empresas e associações. “Estamos buscando esses contatos com os veículos de comunicação na divulgação do projeto para que possamos conscientizar a comunidade através do teatro”, destaca Elizangela.
A proposta é difundir e popularizar o conhecimento das abelhas Mandaçaia através do teatro

Sinopse do espetáculo
A peça gira em torno de dois agricultores, Chico e Batista, que vivem o drama dos impactos dos agrotóxicos em sua região. As mais prejudicadas são Manda e Melácia, duas abelhas da espécie mandaçaia, que pedem ajuda as entidades na natureza, Curupira, Iara e Saci, para resolverem o problema.
A direção é de Juliana Melchiori e Elizangela Sarraff que também fizeram a confecção dos bonecos e integram o elenco ao lado de Renata Lays e Ciro Jr. (músico). Os contatos devem ser feitos com Juliana Melchiori pelo e-mail gaivotaperegrina@gmail.com ou fone (41) 9930-6114 ou com Elizangela Sarraff elizangela.sarraff@yahoo.com.br ou fone 8803 -6866.

Nenhum comentário:

Postar um comentário